Indigo & Cristal

Indigo & Cristal
POR SERMOS ESPECIAIS
As crianças Índigo denunciam todas as estruturas fracas, frágeis e ultrapassadas existentes na sociedade actual. Com este trabalho os Índigo abrem caminho vibracional para os meninos Cristal. Estes continuarão depois o trabalho com energias mais subtis orientando o futuro de uma forma diplomata e amorosa.

Quando uma criança Índigo perde a ligação com a mãe Terra, perde o seu centro e por isso o seu equilíbrio. Deve nessa altura fazer uma meditação. Utilize sons da natureza para o ajudar a estabelecer a ligação o mais rápido possível. Repita o exercício várias vezes por semana e se possível sempre a mesma hora. Sobre tudo dê o exemplo, já que é por exemplo demonstrado que pode conseguir com paciência que este exercício passe a fazer parte integrante do dia a dia da criança ou jovem adolescente.

Uma criança Cristal perde o centro se exposta a situações que provocam o encerramento do chakra do coração, ou exposta a situações que perturbem gravemente o seu sistema emocional. Para equilibrar o seu sistema, este deve ficar mais tempo ligado à natureza.

A vibração índigo, centrada no 3º chakra tenta estar em contacto com tudo o que o rodeia e tem a capacidade de perceber tudo com verdade. A vibração Cristal quer deixar o individual e mudar para a perspectiva grupal, estão centrados no chakra do coração. A criança Cristal está centrada no coração por isso mais perto das emoções.

Tem um estreito contacto com tudo o que vive e se manifesta no planeta.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CRIANÇAS ÍNDIGO E CRISTAL


Nessa palestra vamos mostrar a correspondência entre o que afirmamos na década de 70 e o que recentemente vem ocorrendo. Assim escolhemos alguns artigos com essa finalidade.

“Eu já mencionei em artigos anteriores sobre as crianças Índigo, seres especiais nascidos em grande número após 1987, ano de Convergência Harmônica. Hoje falaremos também sobre as crianças Cristal. A diferença da nomenclatura de ambas está na cor de suas auras: as Índigo apresentam uma aura de coloração azul índigo, e as Cristal, apresentam aura
translúcidas em tons pastel.
As crianças Cristal possuem olhos grandes, penetrantes e sábios, muito além de sua idade. Seus olhos focalizam o interlocutor de tal forma que sua alma fica completamente desnuda para este menino. Estes seres têm encarnado em grande número e são alegres, agradáveis e piedosos. É uma geração de “tocheiros” de uma Nova Era. Variam de 0 a 7 anos.
As crianças mais velhas, hoje com idades entre 7 e 25 anos, são as chamadas Índigo, que possuem algumas características da Cristal. Ambos são altamente sensitivos e têm importantes objetivos nesta vida. A principal diferença está em seu temperamento: Índigos possuem um espírito guerreiro, posto que seu propósito coletivo é destruir velhos sistemas que se tornaram arcaicos, e para tanto, eles precisam de temperamento forte e muita determinação.
As pessoas que resistem às mudanças, podem enxergar os Índigos como portadores de distúrbios como déficit de atenção, hiperatividade e até autismo. Infelizmente, quando medicados, os Índigos freqüentemente perdem sua maravilhosa atividade psíquica e seus dons espirituais.
As crianças Cristal, por serem altamente telepáticas, intuitivas e videntes, começam a falar mais tarde, entre os 3 e 4 anos. Porém seus pais não têm dificuldade alguma de comunicarem-se, longe disto, pois o fazem de mente para mente usando a telepatia, sinais e sons. Muitos confundem o comportamento dessas crianças com um quadro de autismo, entretanto, no autismo existe um mundo à parte da realidade, sendo estes indivíduos indiferentes ao mundo que os rodeia. Já as crianças Cristal são o oposto, sendo comunicativos, generosos, e premiados com entendimento filosófico e espiritual.
As crianças Índigo são precursoras das Cristal e começaram a vir em número cada vez maior desde o ano 2.000, sendo os principais responsáveis pela etapa final deste salto evolutivo da Terra.
Entretanto, os arquétipos e valores disponíveis no planeta eram insuficientes para dar suporte à sua missão. Muitas se tornaram ansiosas e confusas apresentando-se como autistas ou hiperativas devido à sua incapacidade de atuar nesta vibração coletiva. Assim, o encargo de carregar a Energia Crística passou aos adultos mais evoluídos que deveriam abrir caminho para estas crianças Cristais poderem actuar, o que obrigou adultos Índigo assumirem atributos de Cristal.
Traçando uma analogia, as Índigo atuariam na Terra, como João Batista, precursor de Jesus que, ao batizá-lo, introduziu-o em sua missão na Terra; enquanto que as Cristal, funcionariam como o arquétipo de Jesus Cristo, O Enviado para curar a humanidade.
A entrada energética de 8 de novembro, da Concordância Harmônica, facilitará o caminho a ser percorrido por estes seres, devendo-se estender até 2.012.
A energia do dia 8 que vai até 12 de novembro permitirá a ancoragem dos Cristos internos actuando diretamente no mental coletivo, facilitando então a atuação das Cristal.
Esta energia, que formará uma estrela de Davi no céu, pela rara posição planetária, traz a energia da Grande Mãe, do Amor Incondicional necessário para transmutar a energia da Terra e passarmos da 4ª para a 5ª dimensão em um período aproximado de 1.000 anos a partir de 2013. Esta energia sendo ancorada no planeta, alimentará as malhas ou grades energéticas que envolvem a Terra (vide matéria com link no final desse artigo). Estas grades serão sustentadas pelos trabalhadores da luz encarnados na Terra.
A energia de 8/11/2003, soma 6, que é um hexagrama como a estrela de Davi, de 6 pontas. Seis é o número da vibração do amor, proteção e harmonia em todos os planos. É o número do equilíbrio perfeito entre céu e Terra e um grande momento para soltarmos as amarras do passado, os pesos inúteis que carregamos, lotando nossos registros, impedindo que o “novo” entre em nosso programa mental e espiritual.
Peço-lhes que neste dia dêem o melhor de si ao Universo, pois o que receberão em troca será sua própria liberdade e seu reencontro com sua essência Divina.”

Sem comentários:

Enviar um comentário

Loading...