Indigo & Cristal

Indigo & Cristal
POR SERMOS ESPECIAIS
As crianças Índigo denunciam todas as estruturas fracas, frágeis e ultrapassadas existentes na sociedade actual. Com este trabalho os Índigo abrem caminho vibracional para os meninos Cristal. Estes continuarão depois o trabalho com energias mais subtis orientando o futuro de uma forma diplomata e amorosa.

Quando uma criança Índigo perde a ligação com a mãe Terra, perde o seu centro e por isso o seu equilíbrio. Deve nessa altura fazer uma meditação. Utilize sons da natureza para o ajudar a estabelecer a ligação o mais rápido possível. Repita o exercício várias vezes por semana e se possível sempre a mesma hora. Sobre tudo dê o exemplo, já que é por exemplo demonstrado que pode conseguir com paciência que este exercício passe a fazer parte integrante do dia a dia da criança ou jovem adolescente.

Uma criança Cristal perde o centro se exposta a situações que provocam o encerramento do chakra do coração, ou exposta a situações que perturbem gravemente o seu sistema emocional. Para equilibrar o seu sistema, este deve ficar mais tempo ligado à natureza.

A vibração índigo, centrada no 3º chakra tenta estar em contacto com tudo o que o rodeia e tem a capacidade de perceber tudo com verdade. A vibração Cristal quer deixar o individual e mudar para a perspectiva grupal, estão centrados no chakra do coração. A criança Cristal está centrada no coração por isso mais perto das emoções.

Tem um estreito contacto com tudo o que vive e se manifesta no planeta.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O DESPERTAR GENÉTICO

Como já dissemos, as condições para o surgimento daquilo que nós chamamos "uma nova raça” não requer obrigatoriamente uma espécie mutante, isso porque nos gens existe silenciosamente uma infinidade de opções possíveis que só se manifestam quando há estímulos adequados. Sobre os termos “mutantes” a que nos referimos numa palestra sobre os herdeiros da terra, queremos salientar que, a rigor geneticamente falando, eles não serão propriamente mutantes e sim humanos nos quais o estímulo de uma nova era se fará sentir despertando “genes adormecidos”. Esse despertar é diferente é diferente de mutação, pois essa é o resultado de um processo em que há alteração na estrutura do gene fazendo com que a programação genética sofre modificações oriundas das bases que compõem o gene e que são responsáveis pela natureza do próprio gene. Segundo a opinião de alguns renomados geneticistas num gen já está contido tanto o seu passado biológico quando o futuro da espécie, que tudo vai depender do tipo de estímulo para a manifestação das dessintas características do ser. A ciência tem provas disso, mudando-se as condições ambientais as características serão diferentes. Isso é comumente visto em quelônios ( tartarugas) em que o surgimento do sexo a partir de um ovo (célula) depende da temperatura a que o ovo é submetido, tanto que na prática o sexo dos filhos depende da posição com mais ou com menos sol – calor. Agora consideremos que a terra em seu périplo pelo espaço cruza a todo o momento canais de energia, sendo alguns deles muito intensos. Isso é o que acontece quando ocorre mudança de era. As forças siderais não apenas apresentam diferenças de uma era para outra, mas também de uma mesma era em ciclos diferentes. Numa era as forças siderais são diferentes da anterior e da seguinte. Assim, podemos pensar que o despertar dos gens em uma era seja exatamente igual ao da mesma era em outro ciclo. Isso acontece porque uma era tem características básicas comuns e repetitivas, mas os campos de energia não são exatamente iguais de um ciclo para outro, ou seja de um ciclo anterior. Por exemplo, uma Era de Aquários de um ciclo mantém certas caracterizas comuns com a de outro ciclo, mas não são exactamente iguais, muitas coisas não são iguais em decorrência do fato de que o universo é um emaranhado de linhas de força, que diferem de uma posição para outra no espaço. De um ciclo para outro uma série de linhas se repete, mas outras não, por isso uma era normalmente tem muitas características do que teve em outro ciclo mas nem todas, portanto as características dos signos em um ciclo podem ser diferentes das do anterior, assim como será as do futuro. Pelo que dissemos se pode ver a razão pela qual em cada era só uma parte das ocorrências seja repetição daquela era em outro ciclo. Só se repetem características em que o campo energético seja precisamente o mesmo, mas isso não acontece porque o deslocamento do planeta faz com que certas linhas de força fiquem de fora e outras outra de dentro como conseqüência do deslocamento planetário. Os campos de energia geram estímulos para o surgimento e desaparecimento de características tanto psíquicas quanto planetárias. No caso dos seres biológicos mudança energética age como factor despertador para características “adormecidas” presentes na estrutura do gene.
As mudanças inerentes ao despertar de qualidades genéticas são responsáveis por muitas modificações que se fazem sentir na fauna e na flora de um planeta. Por exemplo, há cerca de 26 mil anos a terra já viveu outra Era de Peixes, mas as características da fauna e flora da mais recente não é uma réplica exata daquela. Se o que dissemos não fosse exato a flora e a fauna, assim também de outras características planetárias, deveriam ser exatamente uma réplica daquela que existiu há 26 mil anos. Nem todas as condições energéticas se repetem exatamente, apenas uma grande parte o faz fazendo com que hajam similitudes entre uma era e outra de outro ciclo.
Temos falado da geração Índigo e Cristal que estão surgindo nessa Era de Aquários, mas não
há evidencias de que na Era de Aquários do ciclo anterior (há 26.00 anos passados) haja ocorrido o mesmo, pois, nem todas as caracterizas são absolutamente idênticas, e isso é o que faz a diferença. O aparecimento de espécies e de características distintas no campo biológico decorre da estruturação gênica. Por isso para o aparecimento Índigo e Cristal se faz necessário condições gênicas apropriadas que somente a Era de Aquários do ciclo atual se fazem sentir. Na verdade temos que considerar o grau do espírito das pessoas Índigo e Cristal, mas deve-se levar em conta que para um espírito encarnar se faz necessária disponibilidade de um corpo biológico adequando. Em Aquários de outros ciclos, por certo as condições não foram adequadas para o despertar genético como atualmente está acontecendo. Podemos atestar que imenso número de características das espécies é decorrente de mudanças de era e também da mudança de ciclos. Por certo, muitas espécies que surgiram e muitas que desapareceram foram resultado de tais mudanças.
Nem todos os códigos genéticos são despertados da mesma forma, há um tanto de especificidades inerentes a muitas condições.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Loading...